Quando a alma dói

0

“Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus” (Sl 42.11).

Note que o salmista não se conformou com o estado em que se encontrava, mas assumiu o controle de sua vida, dizendo: “Pois ainda o louvarei; ele que é o meu Salvador e o meu Deus”. Deixou claro que não desistiria de seu relacionamento com Deus, que não entregaria os pontos, que sua condição presente não destruiria sua aliança com o Deus Eterno.

Que possamos, tal como o salmista, reafirmar nossa aliança com o nosso Deus em todo tempo, mesmo quando passarmos pelos desertos da vida. Que a nossa esperança esteja somente no Único que pode enxugar do nosso rosto todas as lágrimas.

Pr. Márcio Valadão

Devocional Original: Lagoinha News.

você pode gostar também Mais do autor