NÃO SEJA SÁBIO AOS SEUS PRÓPRIOS OLHOS

Devocionais

0

“Não seja sábio aos seus próprios olhos…” (Provérbios 3.7a).

Como posso ser sábio (a) aos meus próprios olhos e não aos olhos de Deus? Isso acontece quando sigo com a minha vida da forma que penso, quero ou da maneira que preciso, e ainda acredito estar fazendo o que é certo. É quando digo que faço “isso” e “aquilo outro” porque acredito que esse é o jeito que as coisas devem ser feitas. Mas Deus olha e sabe [claro que sabe] que vou tropeçar, cair, me machucar; e que receberei as graves consequências de meus pecados. Se é assim, então porque não depositar toda a confiança em Deus e decidir andar de acordo com a sabedoria do Soberano? Quem é sábio aos olhos Dele evita o mal, o orgulho, a arrogância e a independência, e teme ao Senhor.

Ainda que algumas orientações na Palavra de Deus sejam difíceis de seguir, como amar o inimigo, ser paciente nas adversidades, viver em paz com todos, obedecer as autoridades e praticar o bem ainda que lhe façam o mal, precisamos confiar naquilo que nosso Pai nos pede diariamente pelo Espírito Santo. Por mais louco que pareça ser, precisamos ser sábios, negando o mundo e a nós mesmos, e abraçando a Cristo com tudo que somos. Com os olhos fixos em Jesus, que “…suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus” (Hebreus 12.2), devemos lutar contra o pecado e correr com perseverança a corrida que Ele nos propôs, deixando para trás tudo que nos impede de correr (Hebreus 12.1).

você pode gostar também Mais do autor