JEREMIAS E A BUSCA PELA PAZ NA CIDADE-IBBRM

Artigos

0

O profeta Jeremias nasceu 655 a.C. O propósito de vida do profeta é descrito no capítulo 1 do livro de Jeremias, quando Deus o chama para profetizar em Israel. Não seriam fáceis os dias que estavam por vir, pois a nação de Israel vivia tempos de depravação e afastamento de Deus. Práticas como sacrifícios de crianças ao deus Moloque eram feitos em Israel. Tais atitudes implicavam sérias consequências para toda a sociedade da época.

Sobre Jeremias estava a responsabilidade de chamar o povo ao arrependimento, de comunicar às pessoas a oportunidade dada por Deus, pois, se não se arrependessem, seriam castigados com o exílio em outra nação.

O tempo passou e Jeremias não foi ouvido. Falsos profetas preocupados em trazer uma mensagem que soasse bem aos ouvidos do povo se levantaram. Lábios bajuladores e mentirosos tentaram descredenciar a mensagem de arrependimento que o profeta Jeremias trazia da parte de Deus. O tempo passa e Israel não se arrepende. O povo é levado ao cativeiro babilônico.

Tempos sombrios chegaram, pois a oportunidade dada por Deus para o arrependimento da nação não foi aproveitada. O povo já estava no cativeiro. Então levantou-se um profeta chamado Hananias trazendo a seguinte mensagem ao povo de Israel: “Dentro de dois anos, eu tornarei a trazer este lugar todos os utensílios da Casa do Senhor, que daqui tomou Nabucodonosor, rei da Babilônia, levando-os a Babilônia” (Jeremias 28.3).

Hananias profetizou que em dois anos o julgamento de Deus cessaria e o povo voltaria à Israel. Todavia, Jeremias o repreende dizendo: “O Senhor não te enviou, mas tu fizeste que este povo confiasse em mentiras” (Jeremias 28.15).

Jeremias logo escreve uma carta aos cativos da Babilônia com a mensagem dada por Deus sobre o comportamento que deveria ser adotado pelo povo, enquanto estivesse no cativeiro. Jeremias diz, no capítulo 29, que Deus mandou o povo edificar casas, plantar e colher, gerar filhos e filhas. No versículo 7 o profeta diz: “Procurai a paz da cidade para onde vos desterrei e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz”.

No versículo 10, Deus diz: “Assim diz o Senhor: Logo que se cumprirem para a Babilônia setenta anos, atentarei para vós outros e cumprirei para convosco a minha boa Palavra, tornando a trazer-vos para este lugar”.

Deus proclamou, por meio de Jeremias, que, antes da volta do povo a Israel, era necessário que eles aprendessem buscar a paz da cidade onde habitavam. Era uma ordem que precisava ser cumprida juntamente com a edificação de moradas, criação de filhos e trabalho na terra. Deus estava resgatando o conceito de cidadania de Seu povo, atribuindo a eles a responsabilidade pelo equilíbrio social.  Não adiantaria o fim do exílio se o povo não compreendesse que era necessário cuidar da terra em que habitavam. Foram necessários setenta anos para que um conceito de cidadania fosse reconstruído e passado para a geração seguinte. Só então estariam prontos para voltar a Israel, arrependidos e livres das velhas práticas e com a mente renovada.

Precisamos entender a responsabilidade que temos como povo de Deus pela nossa cidade, estado e nação.  A paz é alcançada quando a justiça é posta em prática, quando combatemos as injustiças da nossa terra. Essa não é uma missão de apenas dois anos, mas de toda uma geração. Não podemos nos conformar com o Brasil doente em que vivemos. Ore e se empenhe em ser um agente de justiça na terra que Deus te plantou.  Envolva-se em ações de transformação do nosso país. Entre em contato conosco para descobrir como participar. Muitas são as ações que você pode realizar para que possamos transformar nosso país.

Fonte: http://www.lagoinha.com/ibl-vida-crista/jeremias-e-a-busca-pela-paz-na-cidade/

você pode gostar também Mais do autor