Há tempo de chorar e tempo de rir

0

“Tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar” (Eclesiastes 3.4).

Há tempo para todas as coisas debaixo do sol. Tempo para chorar e tempo para rir. Tempo para lamentar e tempo para se alegrar. Tudo tem um momento certo para acontecer. No luto, vem a tristeza; mas no nascimento de um filho, vem a alegria. Na derrota, surge o lamento; mas com a vitória, o povo se alegra. Com o desemprego, vem o pesar; mas com a contratação; vem a felicidade. Mas Cristo está conosco, nas tristezas e alegrias. Ele está conosco em todo o tempo que O buscamos e decidimos andar com Ele. Podemos nos apegar a Jesus em todas as circunstâncias, crendo que Ele virá em nosso socorro.

Para quem irei eu? A quem eu buscarei? O alvo é Cristo! Ele é nosso sustento, socorro e refúgio. Somos Sua morada. “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2.20). Agora, vivemos não para nós mesmos, para Cristo que morreu e ressuscitou por nós. No choro ou no riso, há paz e contentamento, pois somos templo ambulante do Espírito Santo. Independente de qualquer dificuldade, nossa esperança está agarrada na promessa de que Ele vai voltar! Em breve, Cristo voltará! Vem, Senhor Jesus!

você pode gostar também Mais do autor