Discípulos obedecem a seus pais no Senhor

0

Se, de fato, um discípulo é um aprendiz, nenhum relacionamento é mais adequado à prática do discipulado do que o relacionamento dos filhos com os pais. A família é o primeiro governo em praticamente todos os tempos, culturas e religiões. A vida começa com uma associação e com autoridade. Nesta economia natural, as partes interessadas agem de acordo com o amor filial, o interesse próprio, a tradição e a comunidade, para criar um ambiente que promova saúde, crescimento, aprendizado e amadurecimento na idade adulta. Mas esse arranjo comum dificilmente implica um padrão universal. Os pais podem ser severos, gentis, práticos, idealistas, mãos à obra, mãos fora obra, restritos ou abertos – tudo antes de dizerem uma única palavra sobre seus objetivos para você.

Mas o lar cristão possui tanto o método como o objetivo na Palavra de Deus revelada. Considere a forma simples de Efésios 6.1–4:

“Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor”.

A ordem: obedecei no Senhor. A avaliação: isto é justo. A promessa: para que te vá bem, e sejas de longa vida. O método: na disciplina e na admoestação do Senhor. A maneira: sem ira. Isso é discipulado: aprender a obedecer ao que é certo e bom, ensino, exemplo, admoestação e prática.

Do ponto de vista da criança, nenhum outro arranjo na vida é tão adequado quanto o lar, para buscar o discipulado. Não requer mudança, não custa nada e você nunca terá outro professor tão empenhado em seu sucesso. Apenas por crescer em um lar de discípulos cristãos, se você puder aprender alguma coisa, certamente aprenderá lealdade, respeito, submissão e serviço ao Senhor.

Tudo isso deve ser visto em termos de compromissos da aliança entre pais e filhos. Siga o paradigma de Deuteronômio 6.4–9: começa com a teologia “o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR”. Fala de relacionamento “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus”. Dá orientação “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração”. É aplicado de maneira geracional “tu as inculcarás a teus filhos”. E fornece metodologia “delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te”. Na Palavra é onde as famílias do mundo têm uma versão natural do discipulado, onde os lares cristãos têm o discipulado do evangelho, fundamentado na obra salvadora de Cristo, na verdade da sua Palavra, nas leis do Seu reino e na disposição do amor. Esse discipulado é para o bem (Pv 1.9). Deus obriga os pais a ensinar os filhos. Deus obriga os filhos a aprenderem com seus pais.

você pode gostar também Mais do autor