A justiça engrandece a nação

0

“A justiça engrandece a nação, mas o pecado é uma vergonha para qualquer povo” (Provérbios 14.34).

Após a divisão do Reino de Israel, no Antigo Testamento, vários reis assumiram tanto o trono de Judá, como o trono de Israel. A maioria desses governantes não foram justos, pois praticaram a idolatria, trazendo maldições para o povo. Contudo, alguns decidiram seguir a lei de Deus e amá-Lo acima de todas coisas, como foi o caso de Josias, rei de Judá por cerca de 30 anos. O livro de 2 Crônicas o descreve como um bom rei. Ele “retirou todos os ídolos detestáveis de todo o território dos israelitas e obrigou todos os que estavam em Israel a servirem ao Senhor, ao seu Deus. E enquanto ele viveu, o povo não deixou de seguir o Senhor, o Deus dos seus antepassados” (2 Crônicas 34.33).

Se nos voltarmos para o cenário da nação brasileira, o quadro é de corrupção. Mas a corrupção não está apenas entre os governantes. O próprio povo pratica atos corruptos quando desempenha qualquer comportamento desonesto em troca de dinheiro, valores ou serviços, pensando no seu próprio benefício¹. Não deveria ser assim! Como povo de Deus, devemos ter uma caminhada que nos torna mais parecidos com Cristo, dia a pós dia. Então, se pecamos, temos que nos humilhar, orar, buscar a Deus e nos converter dos nossos maus caminhos, crendo que Ele ouvirá dos céus, perdoará nossos pecados e sarará a nossa terra (2 Crônicas 7.14).

você pode gostar também Mais do autor