A adúltera perdoada

0

A lei de Moisés tinha regras severas sobre sexualidade (Ex 20.14). O castigo por adultério era morte por apedrejamento, tanto para o homem quanto para a mulher. As leis israelitas levavam a santidade do casamento muito a sério (Lv 20.10).

No livro de João, capítulo 8, Jesus foi para o Monte das Oliveiras, e os escribas e fariseus trouxeram à Sua presença uma mulher surpreendida em adultério, fazendo-a ficar de pé no meio de todos. Os líderes religiosos impacientemente questionavam a Jesus, aguardando a sentença do Mestre. Na realidade preparavam-Lhe uma armadilha.

Imagino o desespero da mulher. Sua morte era iminente; a esperança de obter perdão era impossível de ter. Ela não havia matado ninguém, mas poderia ser sentenciada severamente. Se Jesus confirmasse a sentença de morte, Sua compaixão seria questionada. Mas, se Ele recusasse a confirmar a pena, seria acusado de contrariar a Lei de Deus.

Sabiamente, Jesus devolve a questão aos acusadores, pois a lei determinava que a testemunha atirasse a primeira pedra, em caso de pena capital. “Se algum de vocês estiver sem pecado, seja o primeiro a atirar pedra nela”, disse o Mestre (João 8.7). Em seguida, Ele continuou a escrever no chão. Uma sociedade injusta acusando alguém de injustiça. E os acusadores foram se retirando um a um, ficando só Jesus e a mulher diante Dele. “Então Jesus pôs-Se de pé e perguntou-lhe: ‘Mulher, onde estão eles? Ninguém a condenou?’. ‘Ninguém, Senhor’, disse ela. Declarou Jesus: ‘Eu também não a condeno. Agora vá e abandone sua vida de pecado’” (João 8.10,11).

A adúltera encontrou Jesus, o Salvador, que não a condenou. Ela foi perdoada, sua vida foi salva. Ela recebeu uma oportunidade para recomeçar, desta vez, em santidade.

Quando encontramos o Mestre, nossos pecados são perdoados, e o Senhor nos ordena a abandonar a vida de pecado.

A Palavra diz que Deus enviou o Seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio Dele (João 3).

Talvez você esteja vivendo uma situação difícil, aos seus olhos, irrecuperável; talvez você pense que não existe uma saída. Mas não é o fim! Jesus tem a solução e tem felicidade para você! Não perca mais tempo, corra para o Seus braços! Entregue sua vida ao Mestre, e Ele te dará uma oportunidade para recomeçar.

Deus abençoe você!

você pode gostar também Mais do autor